archive-org.com » ORG » M » MPPM-PALESTINA.ORG

Total: 440

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • COMUNICADO 08/2009
    Câmara Municipal de Almada com interpretação de Inês Tarouca esta coreografia de Sofia Silva é assim descrita pela autora Desenvolvo o meu trabalho partindo da minha reflexão sobre uma determinada temática Frequentemente esta encontra se associada a contextos referentes à incapacidade de comunicação entre o Indivíduo e a Sociedade Neste projecto parto para a reflexão sobre o estado de guerra por todo o mundo sentindo a minha impotência ignorância e inutilidade perante este Foquei me no conflito Árabe Israelita mais concretamente a questão da Palestina e o Estado Judaico A minha primeira ideia era desenvolver uma criação baseada num dialogo à distancia com uma ou mais pessoas que vivessem na Palestina e em Israel com as quais eu iria corresponder me e criar um universo imaginário a partir do qual iria desenvolver o meu trabalho Após a minha estadia em Ramallah Palestina e passagem por Tel Aviv Israel deixou de fazer sentido Embora tenha realizado esta correspondência com um Israelita a minha estadia na Palestina desviou me do universo imaginário para uma aproximação à realidade Na Segunda 23 de Novembro às 21 horas no Teatro Cinearte Largo de Santos 2 em Lisboa há lugar para a Poesia Palestina do Século XX Maria do Céu Guerra e João D Ávila do Teatro A Barraca dirão poemas de alguns dos mais importantes poetas palestinos do século XX de Fadwa Tuqan e Samih al Qasim a Murid Barghuty e Ghassan Zaqtan sem esquecer Mahmud Darwich que Júlio de Magalhães acompanhará com algumas notas biográficas sobre os respectivos autores Edward Saïd Vida Pensamento e Obra é o tema do Colóquio que na Quinta 26 de Novembro às 21 horas no Auditório B104 do ISCTE IUL Av Aníbal Bettencourt em Lisboa reúne um painel de especialistas que será moderado por Júlio de Magalhães a Profª

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/163-comunicado-082009 (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • COMUNICADO 07/2009
    e transformados e piscatórios Este acordo que entrará em vigor em 1 de Janeiro de 2010 traduz um significativo avanço no sentido da liberalização do comércio mútuo e da integração económica de ambos os mercados A decisão da União Europeia no sentido do incremento das relações comerciais com o Estado de Israel surge no momento preciso em que o Governo de Israel intensifica a sua política de colonização e exploração dos territórios palestinos ocupados numa atitude de claro desafio à comunidade internacional e de frontal violação do direito e da legalidade internacional Mau grado a generalizada condenação à sua política sublinhada bem recentemente durante a votação do relatório Goldstone sobre a ofensiva militar de Israel sobre Gaza no Comité de Direitos Humanos das Nações Unidas o Governo de Benjamin Netanyahu e Avigdor Liberman incrementa a destruição de casas e de campos de cultivo na Margem Ocidental do rio Jordão e em Jerusalém Oriental e alarga os colonatos aí instalados ao mesmo tempo que prossegue o criminoso bloqueio económico à população sitiada da Faixa de Gaza A intensificação das relações comerciais da União Europeia com Israel constitui um claro incentivo ao prosseguimento desta ofensiva e torna os Estados Europeus cúmplices dos crimes que o Governo de Israel vem perpetrando Importa recordar a este propósito que boa parte da produção agrícola de Israel é gerada nos colonatos instalados nos territórios palestinos ocupados e que o direito internacional considera ilegais Esta decisão agora tomada pela União Europeia soma se a alguns sinais que apontam para o aprofundamento das relações económicas de Israel com alguns estados europeus A este propósito são muito preocupantes as notícias sobre a existência de projectos de cooperação no domínio da segurança entre a EPAL subsidiária da empresa Águas de Portugal e a Mekorot a empresa nacional de águas de

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/162-comunicado-072009 (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • COMUNICADO 06/2009
    e Deslocados Direitos Humanos Processos de Paz Docs de Referência About Us Statute Organization News Home Comunicados COMUNICADO 06 2009 COMUNICADO 06 2009 MPPM ACREDITADO PELAS NAÇÕES UNIDAS COMO ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL INTEGRANTE DA REDE DE ORGANIZAÇÕES ACTIVAS NA QUESTÃO PALESTINA O Comité das Nações Unidas para o Exercício dos Direitos Inalienáveis do Povo Palestino deliberou acreditar o MPPM Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente como Organização Não Governamental integrante da rede de organizações da sociedade civil activas na questão da Palestina Enquanto ONG acreditada o MPPM adquire o direito de participar activamente nas reuniões e conferências organizadas sob os auspícios daquele Comité bem como o dever de suportar o seu trabalho e objectivos Criado por um grupo de cidadãos portugueses que desde 2004 vem promovendo acções de solidariedade com o Povo da Palestina e tendo se formalizado como associação em Agosto de 2007 o MPPM assume como referência os princípios da Constituição da República Portuguesa e a Carta das Nações Unidas e tem como objectivo principal promover em Portugal no plano da opinião pública o apoio solidário à criação de um Estado da Palestina independente e soberano nos territórios ocupados por Israel desde

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/131-comunicado-062009 (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • COMUNICADO 05/2009
    do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente promove um Concurso destinado aos estudantes dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico subordinado ao tema Paz para a Palestina As inscrições através do site do MPPM www mppm palestina org estão abertas até 18 de Dezembro de 2009 O Concurso visa promover nos jovens o melhor conhecimento da questão palestina e estimular a criação ou fortalecimento de laços de

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/130-comunicado-052009 (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • COMUNICADO 04/2009
    2009 COMUNICADO 04 2009 PALESTINA DIÁLOGO COM JORNALISTAS NA ESCOLA SUPERIOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL O MPPM Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente e a Associação de Estudantes da Escola Superior de Comunicação Social promovem um Encontro com dois Jornalistas que recentemente estiveram em missão na Palestina José Manuel Rosendo Antena 1 e Patrícia Fonseca Visão proporcionando uma oportunidade de ouvir relatos dos acontecimentos recentes

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/76-comunicado-042009 (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • COMUNICADO 03/2009
    contra o povo palestiniano Com a guerra de 1948 iniciou se um processo de ocupação territorial em benefício dos emigrantes judaicos e da limpeza étnica da população palestiniana que foi seguindo o seu percurso fatídico até aos dias de hoje O primeiro afastamento da população palestiniana foi levada a efeito por milícias sionistas provocando um êxodo massivo de 750 000 palestinianos que se converteram em refugiados Junto com os seus descendentes representam hoje em dia cerca de cinco milhões de pessoas refugiadas além de um milhão e meio a viverem na Faixa de Gaza a maioria dos quais já havia sido desalojada dos territórios em 1948 2 milhões na Cisjordania e 1 milhão e meio de Palestinianos cristãos e muçulmanos que representam 20 da população de Israel Aquela primeira ofensiva das milícias sionistas consideradas grupos terroristas pela comunidade internacional culminou a 15 de Maio de 1948 com a proclamação unilateral do Estado de Israel por Ben Gurion Esta data ficou gravada na memória do povo palestiniano como o dia fatídico da derrota o massacre e o exílio forçado É relembrada a cada 15 de Maio e conhecida pelo nome de Nakba a catástrofe a desgraça A resolução 194 das Nações Unidas de 11 09 1948 que exigia à comunidade internacional cumprir o direito do regresso dos refugiados palestinos e garantir a respectiva indemnização foi condição para entrada de Israel nas NU mas esta resolução continua sem implementação e a ser anualmente recordada na Assembleia Geral das Nações Unidas Sob o tema Palestina os Direitos Inalienáveis Durante estes longos 61 anos e até hoje o Estado de Israel pratica nos Territórios Palestinos Ocupados uma politica de expansão e imposição de factos no terreno construção de uma rede imparável de colonatos violação dos direitos fundamentais e políticos da população civil palestiniana anexação de terras e recursos hídricos castigos colectivos isolamento das populações e restrição de movimento dos cidadãos através de controlos militares check points cerca de 650 fixos além dos temporários o muro de separação racista detenções 11 mil prisioneiros alguns dos quais já ultrapassaram os 37 anos nas prisões israelita expulsões torturas assassinatos bombardeamentos Ignorando as resoluções das NU e de outros organismos internacionais Israel continua praticando uma política de colonização e expulsão Continua ampliando o número e tamanho dos colonatos israelitas na Cisjordânia e em Jerusalém onde tem vindo a instalar cerca de meio milhão de colonos Após 61 anos o povo palestiniano apesar de todas as injustiças que tem vindo a sofrer resiste firmemente aos seus direitos Resiste contra um Estado militar e confessional que se apoia num lobby internacional sionista muito poderoso que se nega a acatar as resoluções das NU especialmente a 243 e a 338 que insistem na retirada de Israel dos territórios árabes ocupados e a 194 e a 3236 que reconhecem o direito de regresso dos refugiados assim como a declaração do Tribunal Internacional de Haia de 2004 sobre o rápido derrube do muro de separação racista Sem o apoio e consentimento internacional o

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/71-comunicado-032009 (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • COMUNICADO 02/2009
    Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente organiza na próxima 3ª Feira 14 de Abril a partir das 21 horas no Teatro Cinearte A Barraca Largo de Santos 2 em Lisboa um Colóquio subordinado ao tema A Palestina na Primeira Pessoa A situação em Gaza e nos outros Territórios Palestinos relatada por quem a conhece e viveu de perto Não obstante a cobertura noticiosa feita

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/56-comunicado-200902 (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • COMUNICADO 01/2009
    amantes da paz e da solidariedade entre os povos questionam se sobre as formas possíveis de prestar apoio aos palestinos sobre a viabilidade de assegurar a sua sobrevivência enquanto povo e sobre meios para garantir o seu direito a um futuro independente e em paz Este Seminário procura dar resposta a estas questões contando com o seguinte painel de oradores Michael Kingsley Director Executivo da UNRWA Agência das Nações Unidas para Apoio aos Refugiados Palestinos no Médio Oriente baseado em Gaza Pierre Galland Antigo Senador socialista belga Presidente do Fórum Norte Sul da Associação Belga para a Palestina e da Coordenação Europeia para a Palestina em Bruxelas Miguel Urbano Rodrigues Escritor e Jornalista participante no recente Fórum Internacional de Beirute Francisco Assis Professor Universitário Deputado ao Parlamento Europeu do grupo socialista Silas Cerqueira Investigador em Ciências Políticas Coordenador do MPPM O Seminário contará ainda com uma intervenção especial da Embaixadora Randa Nabulsi Delegada Geral da Palestina em Portugal A orientação dos trabalhos estará a cargo dos Profs Isabel Allegro Magalhães e Mário Ruivo Pierre Galand é Economista e Professor na Universidade Livre de Bruxelas Antigo Senador socialista define se como humanista terceiro mundista pacifista altermundista militante dos direitos do homem e dos direitos dos povos a disporem do seu destino É presidente do Centre d Action Laïque Lançou a OXFAM na Bélgica tendo sido seu Secretário Geral entre 1967 e 1996 É antigo presidente do Centre National de Coopération au Développement CNCD do Comité de Liaison des ONG européennes avec la Commission Européenne CLONG da Lutte contre l Apartheid en Afrique du Sud e da Laïceté et Humanisme en Afrique Centrale Preside ainda à Organização Mundial contra a Tortura OMCT Europa à Association Belge pour la Palestine ABP e à Coordination Européenne pour la Palestine ECCP à Association Belge de

    Original URL path: http://www.mppm-palestina.org/index.php/comunicados/9-comunicado-012009 (2016-04-25)
    Open archived version from archive



  •